Imprimir Shortlink

RENOIR

451337Não achei um filme envolvente e aí consiste o problema do roteiro a meu ver, que poderia ter grande consistência, já que trata da vida do grande pintor impressionista em sua fase já madura (alguns anos antes de sua morte, época da Primeira Grande Guerra, morando em Côte d´Azur e com incômoda artrite), com ótima fotografia (colorido bem adequado à arte…) elenco e material dramático. No geral, achei o filme decepcionante, frouxo. Sob outro ângulo, entretanto, vale a pena ser visto pelo que traz de valor histórico/biográfico, retratando tanto a arte, como o modo de vida do pintor e principalmente, no caso,  a relação dele, Pierre-August (muito bem interpretado pelo octogenário Michel Bouquet), com o filho Jean – de interessante destino no mundo da arte – e de ambos com uma das modelos do artista. Produção francesa lançada em 2013 e com direção de Gilles Bourdos. 7,5

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone