Filmes Mais Antigos

UM LUGAR AO SOL

UM LUGAR AO SOL

Elizabeth Taylor e Montgomery Clift, mais a ótima Shelley Winters, dirigidos por George Stevens em uma história de amor, de dor, policial, no ano de 1951. Com 9 indicações para o Oscar de 1952, ganhou em 6 categorias: Melhor diretor, […]

O SILÊNCIO DOS INOCENTES (THE SILENCE OF THE LAMBS)

O SILÊNCIO DOS INOCENTES (THE SILENCE OF THE LAMBS)

Este filme fez um estrondoso sucesso na época (1991), inclusive tendo alcançado o raro feito de ganhar os considerados 5 principais Oscars: Filme, diretor (Jonathan Demme), ator (Anthony Hopkins), atriz (Jodie Foster) e roteiro, tendo Hopkins e Foster ganhado inúmeros […]

CHAGA DE FOGO (DETECTIVE STORY)

CHAGA DE FOGO (DETECTIVE STORY)

Mais uma vez um título em português dramático e exagerado, quando poderia simplesmente ter traduzido literalmente o original, que é perfeito. Porque este filme de 1951 se passa em uma delegacia de Nova Iorque e em um dia apenas, mostrando […]

O MERCADOR DE ALMAS (THE LONG HOT SUMMER)

O MERCADOR DE ALMAS (THE LONG HOT SUMMER)

O título ridículo em português que foi dado a este filme de 1958 entra para a galeria das “bizarrices dos exibidores”, não tendo qualquer explicação ou sentido. O título original é óbvia e absolutamente pertinente e coincide com o da […]

O FRANCO ATIRADOR (THE DEER HUNTER)

O FRANCO ATIRADOR (THE DEER HUNTER)

Este filme ganhou os Oscars de Melhor filme, diretor, ator coadjuvante, montagem e som (cinco Oscars) e concorreu a outros quatro: ator, atriz coadjuvante, roteiro original e fotografia. A primeira constatação, após revê-lo depois de tantos anos, é de que […]

O PODER DA SEDUÇÃO (THE LAST SEDUCTION)

O PODER DA SEDUÇÃO (THE LAST SEDUCTION)

A sensação que tive, ao terminar este filme, é de ter testemunhado uma fascinante personagem feminina, uma autêntica femme fatale, a mulher inteligente, ardilosa, que conquista o que deseja com seu poder de sedução (eis o título do filme!), mas […]

ALMA EM PÂNICO (ANGEL FACE)

ALMA EM PÂNICO (ANGEL FACE)

Um drama policial noir de 1952, com ótimas trilha sonora de Dimitri Tiomkin e direção de Otto Preminger, o mesmo de Laura e que depois deste filme dirigiria vários outros, incluindo Bom dia, tristeza e Anatomia de um crime. O […]

MOMENTO DE DECISÃO (THE TURNING POINT)

MOMENTO DE DECISÃO (THE TURNING POINT)

Este filme foi colocado propositadamente após a resenha de “Noivo neurótico, noiva nervosa”, também de 1977. Porque “Noivo…” foi merecedor de vários Oscars, inclusive de Melhor filme, enquanto este filme, indicado a 11 estatuetas, não ganhou simplesmente nenhuma! Um verdadeiro […]

NOIVO NEURÓTICO, NOIVA NERVOSA (ANNIE HALL)

NOIVO NEURÓTICO, NOIVA NERVOSA (ANNIE HALL)

Este filme na época fez um grande furor, ganhando inúmeros prêmios de direção, interpretação e roteiro, incluindo os Oscars de Melhor filme, Direção (Woody Allen), Roteiro original (Woody Allen) e Melhor atriz (Diane Keaton), embora Woody Allen tenha também sido […]

QUEM TEM MEDO DE VIRGÍNIA WOOLF?

QUEM TEM MEDO DE VIRGÍNIA WOOLF?

Por mais de uma vez tomei conhecimento da brincadeira que critica (com razão muitas vezes) esse pessoal que dá o título em português para os filmes, dizendo que a tradutora deste filme deu o nome de “Quem tem medo do […]

A VERDADE DÓI (THE WHOLE TRUTH)

A VERDADE DÓI (THE WHOLE TRUTH)

Este é um thriller policial, que não chega a ter uma trama brilhante, mas certamente é instigante e pelo menos por alguns momentos muito atraente, enquanto o mistério acompanha o drama; entretanto, em todo o seu desenrolar, não deixa de […]

CLAMOR DO SEXO (SPLENDOR IN THE GRASS)

CLAMOR DO SEXO (SPLENDOR IN THE GRASS)

Este filme é de 1961 e retrata fatos a partir do ano de 1928 (lembrando que no ano seguinte ocorreu a grande quebra da Bolsa de NY). Apesar do caráter universal da arte, provavelmente ficarão mais tocados por ele os […]

GATA EM TETO DE ZINCO QUENTE (CAT ON A HOT TIN ROOF)

GATA EM TETO DE ZINCO QUENTE (CAT ON A HOT TIN ROOF)

Tennessee Williams foi um premiado dramaturgo americano, que inclusive ganhou dois prêmios Pulitzer de Teatro: por Uma rua chamada desejo (1948) e justamente por Gata em teto de zinco quente (1955), em cujo texto foi baseado o roteiro deste filme […]

OPERAÇÃO FRANÇA (THE FRENCH CONNECTION)

OPERAÇÃO FRANÇA (THE FRENCH CONNECTION)

Este filme de 1971, pelo seu gênero e estilo, não tinha mesmo como não envelhecer: é um drama policial e trata de uma missão de identificar e prender uma quadrilha internacional de drogas, com vigilância e batidas permanentes. O filme […]

PATTON

PATTON

Existe um subtítulo para este filme: “Rebelde ou herói?” e a resposta é fácil, tanto para quem assiste à obra, quanto para quem consulta a história ou lê relatos biográficos sobre ele: ambos. George Smith Patton Jr. nasceu de uma […]

DOUTOR JIVAGO

DOUTOR JIVAGO

Boris Leonidovitch Pasternak foi um conceituado poeta e escritor russo, nascido em 1890 e perseguido pelo sistema socialista na década de 30 em razão do teor político que implementou em seus livros (de início com outras temáticas), muitos dos quais […]

SORRISOS DE UMA NOITE DE AMOR

SORRISOS DE UMA NOITE DE AMOR

Não parece, mas é uma comédia romântica de Ingmar Bergman, que a roteirizou e dirigiu, com o esmero técnico de sempre (fotografia, montagem etc). O que ocorre é que entre 1952 e 1955 esse grande cineasta sueco produziu várias comédias […]

O MOÇO DE FILADÉLFIA (THE YOUNG PHILADELPHIANS)

O MOÇO DE FILADÉLFIA (THE YOUNG PHILADELPHIANS)

A Filadélfia é uma cidade tradicional, a maior do Estado americano da Pensilvânia, sendo conhecida também por sua rica história: ali foram assinadas a Declaração da Independência e a Constituição e em 1740 Benjamin Franklin fundou a Faculdade da Pensilvânia […]

DO DESTINO NINGUÉM FOGE (THE LEFT HAND OF GOD)

DO DESTINO NINGUÉM FOGE (THE LEFT HAND OF GOD)

A história é baseada no primeiro livro de uma trilogia e o filme foi exibido nos cinemas em 1955, com direção de Edward Dmytryk, cineasta canadense que dirigiu também A nave da revolta, Os deuses vencidos e Rancor, entre outros. […]

A CONDESSA DESCALÇA (THE BAREFOOT CONTESSA)

A CONDESSA DESCALÇA (THE BAREFOOT CONTESSA)

Discordo de qualquer crítica que não coloque este filme de 1954 em um nível muito elevado ou abaixo de “ótimo”. Eu o considero excelente e um dos melhores produzidos não só naqueles famosos anos 40/50, como em toda a história […]