Imprimir Shortlink

INVENCÍVEL (UNBROKEN)

l_1809398_442adce2Com roteiro adaptado e revisado pelos irmãos Coen, Angelina Jolie nos dá um ótimo trabalho. Está em seus primeiros filmes como diretora, mas já demonstra competência e maturidade, tendo claramente assimilado muito bem os exemplos de grandes diretores, inclusive Steven Spielberg, contador de grandes histórias com emoção. Como é o caso deste filme baseado em fatos reais da Segunda Guerra Mundial. Mesmo que romanceados, esses fatos certamente são responsáveis por grandes emoções na parte final do filme, onde a última cena, já nos créditos finais, é quase que inacreditável e belíssima como história de vida.  Mas é um filme sofrido de se assistir, pois não foram fáceis os dramas vividos pelo atleta Louis Zamperini durante sua peregrinação. E na parte final do filme o espectador sente um alívio quase tão grande quanto o dos prisioneiros, quando a guerra termina. Evidente que cenas ufanistas são típicas americanas e podem desagradar um pouco: o exagerado patriotismo é indissociável do cinema americano, como se sabe. Esse é, como sempre, o aspecto negativo do filme, acrescido, neste caso, à falta de aprofundamento dos reais motivos da resistência quase sobre-humana do personagem. Mas…a mensagem é: superação! Jack O´Connell (“71”) está estupendo no papel principal e Miyavi igualmente desempenha com majestade o papel do comandante Watanabe.  7,7

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone