Imprimir Shortlink

POR FALAR DE AMOR (WORDS AND PICTURES)

E POR FALARTem filmes que nos primeiros cinco minutos a gente já sabe que terão no mínimo o conceito “muito bom’. Este, americano de 2014, é um exemplo: Juliette Binoche e Clive Owen, com seu charme, beleza, carisma e talento, acompanhados de uma ótima direção (Fred Schepisi) e trilha sonora engajada (adequada e sensível, em cada cena), já dão o tom delicioso e leve do filme desde o começo. E, óbvio, com uma bela química entre eles (lembrando às vezes os duelos de antigamente, Katharine Hepburn x Spencer Tracy). Independentemente da sintonia, uma grande atriz e um grande ator: tem uma cena muitíssimo especial, entre ele e o filho, entre outras. Uma comédia romântica, com alguns momentos de drama, claro, e se prestarmos atenção encontraremos além do tema principal outros ingredientes extras, sobre a origem da palavra, da imagem, da comunicação dos seres humanos, sobre a importância do professor que abraça sua profissão e que cumpre a missão de, além de ensinar, também desafiar seus alunos a refletirem e a produzirem criativamente… Mas o fato é que o roteiro encontrou, com seu tema central, um modo muito atraente de rivalizar dois professores e com isso suas paixões: pintura x literatura, imagens x palavras  – eis aí o título do filme, que é previsível como acontece no gênero, mas daquelas cartas marcadas que nos atraem e encantam por seus ingredientes a mais e saborosos e que em sua parte final, ao colocar os duelistas e seus temas frente a frente, tem o seu momento de maior significado, delicadeza e emoção. Detalhe: as pinturas são todas de autoria da própria atriz. Para os românticos, os sensíveis e também para os que apreciam a arte e a literatura.  8,5

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone