Imprimir Shortlink

SHERLOCK – THE ABOMINABLE BRIDE

sherlock-the-abominable-bride-1Há quem, acostumado com algumas versões que o cinema fez para o Sherlock Holmes, infanto-juvenis, pense que esse personagem era apenas um herói tradicional, daqueles de caráter, moralista, sem desvios de conduta em face do politicamente correto. Mero engano. O próprio Conan Doyle não construiu assim sua mais famosa criatura, cujo endereço na rua Baker Street ficou famoso. Mas talvez mesmo o escritor ficasse surpreso com o rumo que seu personagem tomou na série feita para a TV britânica, da qual na verdade este filme constitui um episódio especial, preparatório para a quarta e demorada temporada. Porque aqui vemos algo parecido com o que o cinema moderno fez com “Batman”, que nas últimas versões se transformou efetivamente no cavaleiro das trevas e não naquele morno e risível super herói do seriado da TV. Este filme é surpreendente em seu roteiro (envolvendo o passado da era vitoriana e o herói moderno), absolutamente ousado em sua loucura (como a overdose do personagem!) e tem momentos realmente geniais e desafiadores. A cena da “confraria” é um “achado”. O elenco é impecável, notadamente o extraordinário Benedict Cumberbatch, que incorporou de uma maneira memorável o detetive mais famoso do mundo (sem esquecer Hercule Poirot, da Agatha Christie). Martin Freeman também está ótimo!  E os recursos cinematográficos utilizados para contar uma história original como essa são também admiráveis, sem tirar os méritos da direção e da edição. De negativo apenas um fator: para quem não acompanha a série da televisão, ficarão muitos pontos sem ligação ou sem explicação, o que é uma pena para a total compreensão da beleza desta obra. Mesmo assim, com toda a complexidade que nos é apresentada, vale a pena se deixar levar pela insanidade, porque aqui está sem dúvida vestida de inteligência.  9,0

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone