Imprimir Shortlink

VELUDO AZUL

Este é um filme de 1986 que ficou muito famoso na época e até hoje não perdeu o seu sabor e o seu lado perturbador (pela dualidade entre o mundo normal e o submundo e pela interrogação que lança quanto às explicações dos fatos). Embora seja um filme diferente (marcado pela frase it´s a strange world), chega a ser sensual e sem dúvidas é original, forte, misterioso e também bizarro. Muito bizarro. A direção é do anticonvencional David Lynch (O homem elefante, Duna, Cidade dos sonhos…), que mantém permanentemente o suspense, mostrando ângulos inesperados de uma sociedade aparentemente/superficialmente conservadora, que, entretanto, cobre com um tênue manto o mundo de estranhezas que se passa em seus subterrâneos. O filme ganhou o prêmio máximo no Festival Internacional do Cinema Fantástico em Avoriaz (França) e concorreu a diversos outros, inclusive roteiro, diretor e de Melhor Atriz para Isabella Rosselini. Também estão ótimos Laura Dern e Dean Stockwell, este com uma performance inesquecível (piradão) dublando a música IN DREAMS. Mas o excelente mesmo é Dennis Hopper (provavelmente interpretando ele mesmo…), assustador no papel de um permanentemente chapado Frank-sociopata (foi indicado ao Globo de Ouro de Melhor ator em 1987). Achei o ator principal fraco (Kyle MacLachlan) e li que Val Kilmer recusou o papel por achar o roteiro pornográfico. Neste filme (que eu não acho nada pornográfico) até a música-tema – que tem o mesmo nome do filme – é estranha (embora bela).  8,6

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone