Imprimir Shortlink

UM CONTO CHINÊS (UM CUENTO CHINO)

Ricardo Darín não é apenas um excelente ator argentino: é um dos melhores atores do cinema. Na minha opinião, de todos os tempos. Cada papel que faz é um mergulho completo no personagem, um total despojamentom um banho de talento e basta sua presença para um filme ter maior valor. Ele é realmente um diferencial. Só que no caso desta comédia argentina/espanhola – essa co-produção tem sido freqüente – feita em 2011, a história simples, embora oriunda de um fato bizarro (que acontece logo no início do filme e que mais tarde é esclarecido), também é valorizada pela firmeza da direção (Sebastián Borensztein) e pela harmonia de todos os elementos, inclusive dos personagens secundários. Precisa talento para se contar uma bela história, construída apenas de elementos simples e do cotidiano. E aqui se trata de seres humanos como todos, que se encontram e se desencontram, cada qual com sua história, suas cicatrizes, sua coragem…e o roteiro vai ficando cada vez mais envolvente, impregnando-nos da sensação de humanidade e,  por fim, talvez, de esperança. 8,9

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !<br />Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Google+
Google+
Pin on Pinterest
Pinterest
Email this to someone
email