Imprimir Shortlink

EL AURA

Belíssimo drama policial argentino de 2005/2006 (co-produção França e Espanha), capitaneado por Ricardo Darín – este é o vigésimo filme que vejo com esse ator e é sempre uma aula – e com um excelente elenco. Ótimo roteiro, ótima trilha sonora, muito mistério, suspense e constante tensão (!), em cenas extremamente bem dirigidas e com um enredo que realmente não se sabe que surpresas trará. O título do filme faz referência à doença do protagonista  – epilepsia -, que é por profissão taxidermista (empalha animais) e que acaba se envolvendo em um emaranhado de fatos, tão inesperados quanto imprevisíveis. E o espectador acompanhará tudo com emoção e o maior interesse, e sem poder tirar os olhos da tela, tal a maestria da direção/edição (por Fabián Bielinsky, que também dirigiu Nove Rainhas e que faleceu no mesmo ano de 2006 em que viu seu filme ser festejado) e das performances. Para o diretor, o gênero do filme é policial anômalo, tais as peculiaridades do roteiro e do enfoque. Há críticas mornas para o filme, mas predominam as entusiasmadas. De qualquer maneira, foi indicado ao Oscar de 2006 para a categoria Melhor Filme Estrangeiro e ganhou diversos prêmios, de filme, diretor, roteiro, fotografia, trilha sonora e ator, incluindo o Argentine Film Critics Association Awards de 2006.  9,0

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone