Imprimir Shortlink

MAGICAL GIRL

l_3089326_f83d3bfeUm drama forte, estranho de início, lento (ou seja, não para todos os gostos) e que nos deixa em permanente suspense. Mais ainda por não serem claras as ligações de fatos e personagens e também por percebermos que por trás de tudo existe um propósito definido, por gente inteligente, sensível e criativa (o diretor e roteirista é Carlos Vermut). Aos poucos é que vamos entendendo as conexões, habilmente “costuradas”. E os desdobramentos são surpreendentes, sendo alguns verdadeiramente chocantes: o ser humano sempre multifacetado, sempre surpreendendo… E o filme tem passagens interessantíssimas: a cena do vômito, a da peça faltante do quebra-cabeças, a sutileza que envolve as duas cenas na mansão (os fatos ficam apenas sugeridos, deixando por conta da imaginação de cada um) e a do cartão com a palavra-chave na segunda visita…E a parte final é simplesmente espetacular, fechando o ciclo com chave de ouro. Em suma, um filme que tanto mantém nosso interesse, quanto desperta nossa curiosidade e admiração: cinema espanhol de alta qualidade e que foi vencedor da Concha de Ouro (Melhor filme) e da Concha de Prata (Melhor Diretor) no 62º Festival Internacional de San Sebastian 2014 . 8,7

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone