Imprimir Shortlink

E SE VIVÊSSEMOS TODOS JUNTOS?

Desde há muito eu gosto do cinema francês. Um universo bem diferente do nosso. Eles são frios às vezes, dizem coisas até embaraçosas, sem rodeios, mas também aprofundam muito e com verdade as relações humanas e valorizam as coisas belas da vida, incluindo os prazeres da mesa (vinho…) e da convivência. Este delicado filme é um drama envolvendo amigos antigos, todos já com certa idade, trazendo à tona problemas da velhice (inclusive o medo da solidão), emoções e segredos e desaguando em um final esplêndido  – e triste – em solidariedade. Tocante e até impactante, também, é ver Jane Fonda e Geraldine Chaplin atuando juntas, já idosas, em um elenco com poucos jovens. Um filme sensível, bonito e que merece ser visto pela realidade que traz e desperta, a par de algumas imperfeições.  Produção franco-germânica de 2012, dirigido por Stéphane Robelin, tem também no elenco Guy Bedos, Claude Rich e Pierre Richard.  8,2

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone