Imprimir Shortlink

RUSTOM

Este filme me deixou totalmente desconcertado. Pela absoluta falta de costume de ver filmes indianos e pela trama cheia de alternâncias. Trata-se de um filme com suspense e mistério, um policial, um thriller indiano. E além disso tem cenas de tribunal, romance…Uma mistura de coisas, mas também de cores, uma fotografia totalmente diferente, assim como os próprios costumes, os figurinos. Uma miscelânia, com ritmo intenso. Esse choque com a civilização indiana e o modo como pensa e age, além de com o cinema indiano com o enfoque no referido gênero, provoca sensações conflitantes, que alternam entre o bom e o ruim. Há coisas boas e também de gosto duvidoso (inclusive parte da trilha sonora, uma ou outra performance…), ficamos inseguros em algumas abordagens…mas, no final das contas, é algo novo e bastante bem feito, impondo a conclusão de que o diretor conseguiu, afinal, passar o recado que desejava de uma maneira eficaz. O ator principal, pelo que consta, já participou de mais de 100 filmes da chamada Bollywood. Diversão a ser degustada e que por ser algo diferente já pode valer a pena.  7,7

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone
  • Tutameia

    véi, na boa? o juiz bate o martelo e grita ordem no tribunal o tempo todo..só que a audiência está sempre quieta e calada…os que fizeram o filme parodiando filme americano de tribunal acham que o juiz deve fazer isso o tempo todo..independente das circunstancias…esquisito..muito esquisito