Imprimir Shortlink

MAPAS PARA AS ESTRELAS (MAPS TO THE STARS)

maps_to_the_stars_xlgHá filmes dos quais eu não gosto tanto, mas os reconheço por sua qualidade cinematográfica. É o caso deste filme, de atmosfera meio estranha, cabendo ressaltar já de começo que se trata de um drama contemporâneo sobre o mundo dos atores e atrizes de Hollywood, mas sem o verniz e o glamour habitual, em uma abordagem meio humor negro disfarçado, meio paranoica, onde sobressaem componentes neuróticos e esquizofrênicos. Obra realmente corajosa ao expor e criticar (ou não?) aspectos desse mundo hollywoodiano que poucas vezes é mostrado pelo cinema. Um filme com um roteiro fortíssimo (o texto é realmente muito mais pesado do que as cenas), que choca e que acredito não vá agradar muita gente. Pode ser efetivamente enquadrado como “filme de arte”. Uma experiência diferente e difícil, com direção do canadense David Cronenberg, diretor que realmente nem sempre é fácil e que às vezes costuma navegar por mares não convencionais (Crash – estranhos prazeres, ExistenZ, Senhores do Crime, Cosmópolis…). O elenco está impecável e deixa a esquizofrenia (entre outras…) à flor da pele: Julianne Moore, Mia Wasikowska, Olivia Williams, John Cusack, Evan Bird (o garoto)… Produção Canadense, com a co-produção de EUA, França e Alemanha, 2014.   7,7

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone