Imprimir Shortlink

A SOMBRA E A ESCURIDÃO

Tsavo é uma localidade do Quênia, batizada com o nome do rio por sobre o qual no final do século 19 a Inglaterra decidiu construir uma ponte ferroviária estratégica, tendo para tanto contratado um engenheiro especializado, naturalmente com prazo para cumprir a tarefa. O projeto, claro, envolveu uma logística complexa, de materiais e pessoas (centenas de trabalhadores), porém certos fatos inesperados e lendários ocorreram para dificultar ou até mesmo impedir a continuidade do trabalho. Esses fatos estão relacionados com o título do filme e com os animais que foram assim apelidados pelos trabalhadores, que – após dezenas de mortes – acreditavam que não se tratava apenas de algo comum, mas sobrenatural, demônios invencíveis pela maneira como atacavam e escapavam das diversas armadilhas feitas para capturá-los. Este é um filme de 1996 sobre tais fatos, tendo obviamente acrescentado alguns elementos a mais, notadamente para dar mais emoção ao filme, como os que envolvem a família do personagem interpretado por Val Kilmer, por exemplo, ou a juba  – que na verdade os animais não possuíam (conforme se pode ver pelas fotos do museu de Chicago onde estão expostos atualmente). Trata-se de um filme de aventura e suspense, um thriller pode-se dizer, porque o suspense aqui é dominante e elevado a níveis de grande qualidade. As cenas mais fortes e vitais foram excepcionalmente bem dirigidas e editadas, com trilha sonora mais do que adequada, para trazer ao espectador um clima de alta tensão, o qual, aliás, permeia grande parte da história, também valorizada pela presença de Michael Douglas. É um dos melhores filmes já feitos, dentro do gênero.  9,0

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone