Imprimir Shortlink

OS INFELIZES

themisfortunatesposterrUm filme cru sobre gente que vive em uma realidade quase à margem da sociedade (classe operária sem classe), igualmente sem pudores sociais, pode-se dizer. Fumam, bebem, dizem palavrões, quebram coisas em bares, brigam, dormem em meio ao vômito, à promiscuidade…Um crítico o definiu bem, como uma “comédia melancólica”. É recomendado para quem gosta de filmes alternativos, sendo dirigido por Felix Van Groeningen, produção holandesa de 2009. O filme mostra uma realidade muito diferente da que conhecemos, pessoas que poderíamos considerar como de quinta categoria, sem nenhum refinamento, parecendo não ter nenhum objetivo na vida. Mais para animais que para humanos. Inclusive os fatos ocorrem diante do adolescente, que ainda enfrenta seu amadurecimento. Mas a poesia está não apenas no fato de o filme mostrar essa casca, mas também que a polpa às vezes pode surpreender, inclusive pela consciência de uma geração, de que é capaz de alterar o rumo das coisas, da honra familiar: embora isso seja tão difícil e penoso. Um filme anárquico no sentido referido, inclusive nos diálogos, sem freio moral algum. Por exemplo, o que diz/pensa um personagem: “as duas pessoas que mais odeio no mundo são mulheres: a mulher que me colocou no mundo e a que vai colocar meu filho”. Mas quando alguns pequenos milagres acontecem, o fato emociona porque vemos, nas consequências, que aquilo tudo não é a essência do ser humano, mas apenas o produto do meio.  7,8

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !<br />Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Google+
Google+
Pin on Pinterest
Pinterest
Email this to someone
email