Imprimir Shortlink

ONLY LOVERS LEFT ALIVE

Only-Lovers-Print-AdAviso inicial: este é um filme para pessoas que apreciam coisas diferentes, os chamados filmes “de arte”.  O diretor é Jim Jarmursch, um americano nada convencional e que inclusive, por exemplo, não permite que seus filmes sejam dublados (o que é muito interessante, na minha opinião). Os protagonistas são, com igual talento, Tilda Swinton e Tom Hiddleston, mas também participam os excelentes Mia Wasikowska e John Hurt. É um filme sombrio, lento, amargo (o cineasta inclusive não faz questão de mostrar que existe alguém no mundo além dos personagens, muito menos um mundo colorido, jogando na tela as ruínas e a decadência), que fala do tema “vampiros” de uma forma bastante diferente. Para começar, eles são nossos contemporâneos, ele morando em Detroit e ela inicialmente em Tanger…ele é músico, toca guitarra, violino, ela tem um Iphone, ele dirige carro, eles voam de avião, namoram…Todo o clima do filme é estranho e a trilha sonora acentua isso com extrema competência. Prevalece nesses seres míticos, cada vez parecendo mais perdidos, a inevitável solidão e o roteiro se torna também muito interessante ao fazer a conexão dos personagens (seculares) com diversas figuras famosas da vida real, sugerindo, por exemplo, que Shakespeare era medíocre e que seus textos eram de outro… que Shubert teria copiado obras musicais etc.  A rotina humana não é fácil principalmente para os imortais…8,0

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !
Share on Facebook
Tweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone