Imprimir Shortlink

BIG EYES

big eyesBaseado em história real, um filme muito prazeroso de se ver, com linda fotografia, com a deliciosa e versátil Amy Adams e com o também camaleão e igualmente talentoso Christoph Waltz, ambos encantadores (cada um a seu modo e também em seu tempo dentro da história). Um filme diferente na carreira de Tim Burton, fugindo do seu cinema fantástico (Beetlejuice, Edward Mãos de Tesoura, A noiva cadáver…), mas com a competência de sempre! A época do filme (décadas de 50/60) valoriza a fotografia, os figurinos, os cenários, os costumes, excelente, como sempre, a reconstituição: os americanos são mestres nesse requisito. Mas o filme, que começa cândido, lembrando as inocentes comédias dos anos 50, tem inesperados desdobramentos… A trilha sonora, densa e sutil ao mesmo tempo, é também às vezes tensa, outras perturbadora, como o roteiro. A música, exótica, com o mesmo nome do filme e que concorre ao Oscar, arrepia dentro do contexto – embora lembre um pouco a do 007, com Adele -, sendo muito bem interpretada por Lana Del Rey. Achei que a história só se perde um pouco no final, por alguns fatos e algumas cenas inverossímeis, além de ter prolongado, sem motivo, algo de fácil e óbvia solução…mas por pouco tempo. E, de qualquer modo, o conjunto todo vale a pena, inclusive pela parte final emocionante. Durante os créditos finais apreciamos os personagens reais, sendo uma das fotos a de Amy Adams ao lado da artista verdadeira.  8,5

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone