Imprimir Shortlink

TEMPLE GRANDIN

O filme só não concorreu ao Oscar porque foi feito para a televisão. Com o padrão de qualidade HBO. Se concorresse ganharia vários. Como ganhou os Emmys 2010 de melhor filme para TV, melhor diretor (Mick Jackson), melhor atriz (Claire Dunes), melhor atriz coadjuvante (Julia Ormond) e melhor ator coadjuvante (David Strathairn).  Conta uma história difícil de digerir no começo, baseada na vida real de uma autista (inclusive presente no Golden Globe, quando a atriz foi premiada) que desenvolveu alta capacidade técnica para determinados setores e uma mente funcionando em sintonia diferente da do mundo normal, mas que lhe propiciou grandes e inesperados feitos. Façanhas até quase inacreditáveis. Mas o importante, mesmo que não tenha havido total fidelidade aos fatos reais, é que o cinema enaltece o personagem de forma brilhante e mostra o contexto em que nasceu, estudou, viveu e ainda vive. Um filme genial, com um trabalho de direção e montagem extraordinário e interpretação fabulosa da atriz Claire Danes (que deve ganhar também o prêmio do SAG Awards 2011), embora o trabalho das duas atrizes que também concorrem ao SAG seja ótimo (Catherine O´Hara e Julia Ormond – que envelheceu e se tornou grande atriz, além da bonita mulher que sempre foi).  9,0

 

 

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone
  • Dicas & Curiosidades

    <– Veja as melhores dicas e curiosidades