Imprimir Shortlink

WHIPLASH – EM BUSCA DA PERFEIÇÃO

whiDiante da óbvia truculência do professor Terence Fletcher (interpretado pelo ótimo J.K.Simmons), difícil não lembrar daqueles sargentos que assediavam física e moralmente os recrutas/cadetes/mariners com sua autoridade e exigências muitas vezes absurdas, em diversos filmes americanos (Nascido para matar foi talvez o mais forte precursor). Só que aqui não estamos no exército, nem na marinha, nem nos fuzileiros navais e sim no mais renomado conservatório de música americano: Juilliard School of Arts, no filme denominado de “Conservatório Shaffer”, onde o virtuosismo era o objetivo e praticamente o pré-requisito para a permanência dos alunos – Miles Davis, entre outros, passaram pela exigente escola. E o aluno no caso é o também ótimo Miles Teller, que dá suor e sangue no papel, literalmente. Pois aspecto extremamente original e relevante neste ótimo filme é o instrumento enfocado: a bateria, certamente algo inédito, embora de vital importância para a música (notadamente alguns gêneros, com o jazz), mas negligenciado nos mais diversos filmes a respeito, que sempre privilegiaram o sax, o trompete, o piano…História muito interessante, que mostra inclusive a grande relevância do baterista nos difíceis traçados jazzísticos, com ótima direção de Damioen Chazelle. O filme ganhou os prêmios de Melhor Direção e Melhor Filme (voto do público) no Festival de Sundance de 2014. Embora este comentário seja anterior, a publicação está ocorrendo após o Globo de Ouro, que acabou ontem premiando J.K. Simmons como Melhor Ator em Drama).  8,5

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !<br />Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Google+
Google+
Pin on Pinterest
Pinterest
Email this to someone
email