Imprimir Shortlink

THE SUICIDE THEORY

l_2517300_bfee21b8Um filme diferente e estranho, que pode ser enquadrado como um drama, um drama/policial ou um thriller: só por ser australiano, já destoa das produções americanas rotineiras. É algo que exige paciência para que vagarosamente as coisas possam se encaixar…De todo modo, é mais adequado para o público adulto e que aprecia o cinema alternativo. O clima é sombrio, os personagens idem e a trilha sonora dá o tom correto. O que o qualifica é que, à medida em que a história vai sendo contada, a estranheza vai cedendo lugar à curiosidade e até a uma percepção de haver lógica na vida e no destino dos personagens, diante do que vivenciaram. E ao contrário do que parece no início, o roteiro se torna denso – além de tenso – e são postas até questões existenciais instigantes, incluindo a relacionadas com o tema “destino”. Conseguimos, então, humanizar os personagens (e nós mesmos???), muitíssimo bem construídos por Steve Mouzakis e Leon Cain. Dessa maneira, embora em alguns momentos o filme pareça oscilar, seu resultado é muito interessante e deixa claro que deve ser saboreado no todo para poder ser apreciado devidamente. O melhor aqui, então, é não racionalizar muito, não tentar adivinhar o que vai acontecer e desfrutar – até mesmo, ou apesar, das cenas chocantes/impactantes -, porque haverá algumas surpresas e no final se poderá, enfim, montar integralmente todas as peças do enredo.   8,3

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !
Share on Facebook
Tweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone