Imprimir Shortlink

PONTE DOS ESPIÕES

Ponte-dos-EspiõesSem dúvidas Steven Spielberg é um diretor consagrado e não tem mais nada a provar a ninguém. Como Tom Hanks é um ótimo e laureado ator. E este filme é muito bem feito, redondo, com início, meio e fim, com um tema interessante, excelente reconstituição de época, mostrando a espionagem durante a Guerra Fria e até a construção do Muro de Berlim e todas as implicações políticas envolvidas. O roteiro é bom, inclusive feito com a parceria dos Irmãos Coen. Entretanto…apesar dos comentários que li, não acho que Spielberg tenha evoluído e que este filme seja um sinal de pleno amadurecimento. O filme é bom, porém não mais que isso. O diretor continua conservador, exaltando a superioridade americana (acenando até para aquela “musiquinha” conhecida quando a cena envolve a aviação dos EUA…) e repetindo velhos e conhecidos clichês. Não há um sopro de novidade, de ousadia na velha fórmula. No sentido, portanto, da inovação, o filme pode até  ser tido como decepcionante. E não creio que haja esperança, porque no fim das contas é isso que o diretor deseja mostrar, é exatamente desse modo que ele quer ser e o faz competentemente, não restam dúvidas. Na visão dele, não é necessário ir além. O filme, assim, não é ruim, mas fica, mais uma vez, um acentuado gosto de “quero mais” no ar. 7,5

 

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !<br />Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Google+
Google+
Pin on Pinterest
Pinterest
Email this to someone
email