Imprimir Shortlink

OS NOMES DO AMOR (LE NOM DES GENS)

Jacques Gamblin ótimo, como o quarentão conservador; Sara Forestier,  uma ativista de esquerda, com um jeito “peculiar” de conquistar os adversários, dá vida ao filme: além de bela, ganhou o “César”, Oscar francês, de 2011 como melhor atriz por esse filme, que também ganhou o prêmio de Melhor Roteiro Original. Dirigida por Michel Leclerc, essa comédia com romance e drama, de 2010 (Festival do Rio de 2011), tirando pequenos exageros, tem qualidades que a distinguem dos filmes comuns: roteiro enxuto, rico, original, politizado na medida e no tom certos, inteligente…aborda tanto as relações pessoais, quanto temas como colonialismo, problemas étnicos, judeus, guerra de um modo leve e divertido, muitas vezes com humor ácido sobre temas sérios…saborosíssima, enfim.  8,8

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !<br />Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Google+
Google+
Pin on Pinterest
Pinterest
Email this to someone
email