Imprimir Shortlink

O MONSTRO DO ÁRTICO (THE THING FROM ANOTHER WORLD)

A condição primeira para ver esse filme é gostar do gênero (ficção científica/terror). A segunda é apreciar filmes antigos, porque se trata de uma produção em preto-e-branco de 1951. Que, como o próprio nome diz, tem sua ação toda concentrada no Polo Norte e envolve um “monstro” que os cientistas terão que enfrentar. Na época, o filme fez muito sucesso e ainda hoje se pode notar nele muitas qualidades, de roteiro (alguns diálogos, um bom suspense até aparecer a criatura…), de personagens, de ritmo, fotografia e trilha sonora, sob as mãos do versátil diretor Howard Hawks (Jejum do amor, Scarface – a vergonha de uma nação, Sargento York – citado em um dos diálogos – À beira do abismo, Onde começa o inferno. Os homens preferem as loiras, Rio vermelho…). Os pontos negativos do filme são todos concentrados no roteiro, que tem diversas inconsistências e uma ou outra tolice. Mas não se trata de bobagens incorrigíveis, apenas fatos aos quais não se deu talvez a devida importância (como, por exemplo, a morte de dois cientistas que fica por isso mesmo, sem uma sequência, como se não tivesse existido). O ator que interpreta o cientista também é ruim. Mas no todo, ainda mais considerada a época da produção, o filme é ainda uma boa diversão e certamente se destaca entre as várias realizações das décadas de 50 e 60.  7,8

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !<br />Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Google+
Google+
Pin on Pinterest
Pinterest
Email this to someone
email