Imprimir Shortlink

O IMPOSSÍVEL

impossivel_7Este é um bom filme até, mas eu certamente gostei menos dele do que a maioria vai gostar. Penso eu, pelo menos. E também enalteço menos a interpretação da excelente Naomi Watts do que acho que a maior parte das pessoas vai fazer, embora tenha gostado – como sempre – do camaleão Ewan McGregor e do excelente ator juvenil, Tom Holland.  As cenas são majestosas, do tsunami, impactantes e mostram o desespero de quem foi vítima de tal catástrofe. E baseadas em um drama real, ocorrido com uma família no Natal de 2004 na Tailândia. E tem razão a minha ídola Isabela Boscov, quando observa que o filme mostra que em tragédias assim o que manda é simplesmente a sorte de cada um. As vidas e os destinos são colocados à deriva, ao acaso…As cenas até o aparecimento do tsunami são preparatórias e rotineiras. Daí em diante, porém, achei o filme um mero melodrama. Um filme que manipula e em troca não oferece nada mais do que qualidade técnica e interpretativa. Em minha opinião, fazer o papel de vítima de uma catástrofe, com maquiagem de sangue e hematomas não é tão difícil como trabalhar com o rosto e o peito abertos, como, por exemplo, Meryl Streep faz em qualquer papel que assume. Por isso jamais daria o Oscar para Naomi, embora a tenha como grande atriz. Ewan é muito bom, mas também não faz nada demais, considerando a natureza do papel que desempenha. Em suma, um bom e correto filme, com efeitos especiais ótimos, boas interpretações, mas que poderia passar em qualquer sessão da tarde, no meu entender não tendo merecimento para qualquer Oscar, exceto ser for técnico.  7,2

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !<br />Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Google+
Google+
Pin on Pinterest
Pinterest
Email this to someone
email