Imprimir Shortlink

NÚPCIAS DE ESCÂNDALO (THE PHILADELPHIA STORY)

Um saborosíssimo filme de 1940, produzido por Joseph L. Mankiewicz e dirigido por George Cukor, incluído entre os “100 melhores do Cinema”, pelo American Films Institute (AFI). Katharine Hepburn, embora tenha ganho o Oscar de 1933 por Manhã de Glória, na verdade só estava na época fazendo filmes de pouco sucesso, sendo até por isso chamada de “veneno de bilheteria” (box-office poison), Por isso atuava no teatro e trabalhou na peça  que deu origem ao filme, na Broadway (um sucesso de Phillip Barry, com 417 apresentações), curiosamente no papel da irmã mais nova da protagonista que faria no cinema. O filme aconteceu porque Katherine ganhou de presente os direitos da peça do bilionário Howard Hughes. No início pensou em Clark Gable e Spencer Tracy (com quem teria dali a poucos anos um romance clandestino de décadas), mas ambos estavam ocupados com outros filmes, sendo contratados então James Stewart e Cary Grant. Ela era realmente a Meryl Streep da época: atriz estupenda, teve 12 indicações e ganhou 4 Oscar, porém não ganhou o Oscar por este filme e só ganharia seu segundo Oscar em 1968 (Adivinhe quem vem para jantar). Todavia, foi premiada como Melhor Atriz pelos críticos de Nova Iorque (NYFCC Award). Quem ganhou o Oscar de Melhor Atriz em 1941 foi Ginger Rogers, por Kitty Foyle, o Melhor Filme foi Rebecca, a mulher inesquecível e o diretor, John Ford, por Vinhas da Ira. Mas este filme acabou ganhando Oscares pelo extraordinário roteiro adaptado por Donald Ogden Stewart e Waldo Salt e pela bela performance de James Stewart, que venceu como Melhor Ator, embora ele mesmo achasse que não merecia a honra. De todo modo, Katherine está brilhante, assim como James Stewart e a sua assistente/fotógrafa, Ruth Hussey, que concorreu ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante. Destaque também para a atriz Virginia Weidler, também maravilhosa, com apeans 14 anos. Katherine, porém, com sua personagem Tracy Lord,  é a grande responsável por dar vida aos ágeis, inteligentes e apimentados diálogos dessa comédia romântica, mas muito sofisticada, sobre a véspera de um segundo casamento de uma socialite da Filadélfia, a qual mantém muita tensão, inclusive sensual, com o ex-marido, o atual parceiro e o pretendente. A escolha que deve tomar, no final do filme, é de complicada, mas divertida, previsão. 9,3

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !<br />Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Google+
Google+
Pin on Pinterest
Pinterest
Email this to someone
email