Imprimir Shortlink

LOVELESS

Co-produção França-Rússia, este é um drama sério e profundo, que não tem espaço para qualquer alívio cômico, tratando de assuntos delicados de uma maneira crua e direta. O foco central é um determinado acontecimento, que acaba provocando o envolvimento da polícia e que obriga um casal que se odeia e que está se separando a se manter ainda vinculado. O filme fala do vazio dos relacionamentos. Mas não só do casamento que se desconstrói, mas do aparente abismo que também haverá nas novas relações. Na importante origem materna, como causadora de alguns males. No ódio sem fronteiras no qual foi o amor transformado, sendo vários os subtextos importantes e todos não muito digestivos, como o relacionado com as decorrências da própria evolução política, cultural e tecnológica propiciando desencontros e lacunas existenciais. Filme difícil, árido às vezes, mas muito denso e bem feito, inclusive a imagem inicial sendo absolutamente eloquente em relação ao que virá depois. Representante da Rússia no Oscar de Melhor Filme Estrangeiro 2018, foi o vencedor do Prêmio Especial do Júri no Festival de Cannes 2017.  8,3

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !<br />Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Google+
Google+
Pin on Pinterest
Pinterest
Email this to someone
email