Imprimir Shortlink

ESTRADA PARA PERDIÇÃO

225px-Road_to_perditionSurpreendentemente, este filme de 2002 tem duas metades distintas (figurativamente falando, claro). A primeira é excelente, em todos os sentidos. Roteiro, direção, trilha sonora, interpretação, clima tenso (e meio noir)… Um “filmaço” como se dizia antigamente. Direção de Sam Mendes –  seu filme anterior, e primeiro, havia sido Beleza americana (posteriormente dirigiu diversos outros, inclusive os últimos 007) –, elenco de primeira, capitaneado  por Tom Hanks (o menino, que narra a história, também vai muito bem), com um Paul Newman com a força carismática de sempre e tendo como coadjuvantes Daniel Craig, Stanley Tucci, Jude Law, Jennifer Jason Leigh…De repente, justamente na parte que dá nome ao filme (detalhe: “Perdição” é o nome de um lugar, Perdition), algo aconteceu! Parece até que mudou o diretor, ou houve problemas de orçamento…seja lá o que for, o fato é que parece um outro filme: virou algo meio juvenil, meio sessão da tarde, meio capenga no roteiro e em algumas cenas. Na parte final, o filme se redime um pouco, mas aí já é tarde para recuperar a unidade quebrada. A nota adiante é a média das duas partes do filme. Pena. 7,5

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !<br />Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Google+
Google+
Pin on Pinterest
Pinterest
Email this to someone
email