Imprimir Shortlink

DRIVE

Eis aqui um filme diferente. Muito acima da média das produções do gênero. Mas não é um filme para todos os gostos, embora tenha tido muito sucesso em Cannes 2011. É um “policial” (thriller com ação moderada e algum suspense) violento, de certa forma “parado”, meio neo-noir, como o definiram certos críticos…suspeito que, pelo ritmo e pela violência, o filme, por exemplo, não faz o gosto da maior parte do público feminino. Mas quem se identificar com ele e souber admirar as suas virtudes, vai apreciar bastante. A direção é segura e precisa de Nicolas Winding Refna, o roteiro enxuto, sem excesso algum, a “mocinha” é Carey Mulligan (Inimigos públicos, Não me abandone jamais, Wall Street…), a fotografia e a trilha sonora também se destacam, embora só tenha concorrido ao Oscar de Melhor edição de som..mas é no ator Ryan Gosling que se concentra o seu maior mérito, pois esse novo “queridinho” de Hollywood (merecidamente, diga-se) nos leva com seu carro por caminhos muito interessantes, que vão da simplicidade da vida de um trabalhador comum, às tensões do submundo do crime…um personagem rico e memorável, ao mesmo tempo indecifrável e generoso, enigmático e devotado, amoral e humanitário. 8,7

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone
  • Bárbara Meira

    Mto alta essa nota não? Pra um filme bem do chatinho… Hahaha