Imprimir Shortlink

DE CABEÇA ERGUIDA (LA TÊTE HAUTE)

de cabea erguidaA delinquência juvenil é um problema mundial. E de difícil solução, porque geralmente é produto de uma criação infeliz, deficiente, promíscua, violenta etc. O filme enfoca esse tema e mostra tanto as alternativas de tratamento e as dificuldades para a recuperação do delinquente – a fim de bem reintegrá-lo à sociedade -, quanto o sistema adotado na França e que parece o mais perto de obter o desejado êxito. A diretora do filme, Emmanuelle Bercot, inclusive confirmou em entrevistas que investigou com detalhes como funciona a estrutura francesa para reintegrar o delinquente ao meio social, tentando ser absolutamente fiel no que retrata o filme. E, de fato, o que se constata é que para o fim desejado são necessários inúmeros fatores atuando energicamente conjugados (com supervisão intensa e permanente), como um Estado organizado, política, jurídica e institucionalmente e pessoas muito bem preparadas para tratar com a rejeição, a revolta, a violência e o ódio, dando em troca respeito, paciência, humanidade, compaixão e amor. A própria juíza da família, muito bem interpretada por Catherine Deneuve, mostra um misto de energia e instinto maternal. Mas mesmo com os citados ingredientes a tarefa não é fácil e ficamos inseguros quanto ao destino do personagem, sem saber se haverá ou não um final feliz. E aqui reside o ponto vital do filme: o ator Rod Paradot – que a diretora do filme descreve como uma pessoa calma e dócil – compõe um personagem intenso, raivoso, descontrolado, imprevisível, com uma competência tal, que parece um veterano do Cinema, quando a verdade é justamente o contrário: trata-se de um jovem apenas, mas com um talento impressionante. Que cena tão forte quanto bela, a do hospital ! E que cena chocante a dele com a mãe e a supervisora grávida! Ainda próximo ao final do filme torcemos para que as coisas se encaixem. Mas sabendo que, dentro do contexto do filme e da própria sociedade, isso – a despeito de todo o esforço e da estrutura à disposição (simples, porém eficiente) – poderá não acontecer.  7,7

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !
Share on Facebook
Tweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone