Imprimir Shortlink

CAMINHANDO NAS NUVENS

Com o Keanu Reeves dos bons – e joviais – tempos, um filme de 1995 bastante prazeroso de ser visto (ou revisto nas várias reprises que passam por aí). Simples, leve e bonito, repleto de boas e tocantes emoções, o filme tem uma belíssima fotografia, uma ótima trilha sonora (Maurice Jarre) e é muito bem produzido, interpretado e dirigido (por Alfonso Arau). Temos o prazer de acompanhar a bela e singela história (às vezes comédia, outras vezes romance, mas também com inesperados dramas…), com um elenco afinado e as marcantes atuações de Anthony Quinn e Giancarlo Giannini, dois ícones do cinema, fatos que elevam a qualidade do filme e compensam com sobras a relativa previsibilidade do enredo. Embora seja certo que muitas vezes o espectador necessita justamente de fatos previsíveis, desde que elevem seu espírito. O que aqui é o caso. E como faz bem de vez em quando nos afastamos do mundo real e nos aproximarmos do ideal ! Quanto vale, por exemplo, uma cena como a do amassamento (pisa) das uvas??? Maravilhosa! Como outras do filme, que também contém interessantes passagens nos diálogos (“As mulheres são as criaturas do coração”). Um filme que vai certamente agradar as pessoas sensíveis. 9,0

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !<br />Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Google+
Google+
Pin on Pinterest
Pinterest
Email this to someone
email