Imprimir Shortlink

BIRDMAN ou A INESPERADA VIRTUDE DA IGNORÂNCIA

Birdman-26set2014-posterO filme começa com o artista em seu camarim, levitando e escutando uma voz que só ele ouve. A sequência é rápida, como o ritmo de todo o filme, inclusive com câmeras manuais e recursos de textos se sobrepondo, às vezes de forma alucinante. Exatamente para apresentar um mundo neurótico, o do show business e de seus protagonistas. O mundo neurastênico e solitário dos atores! De cara um non sense, inclusive pelo fato de o personagem também mover objetos com a força mental – e o filme também fecha com outro son sense, dessa vez mais poético! Trata-se de um ator estigmatizado por um papel de super-herói que o fez famoso no Cinema – o homem-pássaro, que é a voz que escuta o tempo todo, como o seu id ou será o seu ego? – e que busca na Broadway dar algum sentido à carreira decadente (o medo de ser esquecido!). Esse ator é muitíssimo bem desempenhado por Michael Keaton, que finalmente demonstra o ótimo intérprete que é: o que está sendo inclusive reconhecido pelos vários prêmios que tem ganho, sendo também indicado ao Oscar. O filme, aliás, é o campeão de indicações do Oscar, com nove. Mas além de Keaton estão também muito bem Naomi Watts e Emma Stone e excelente Edward Norton. Este é um drama/comédia diferente e salpicado de humor…negro – inclusive fazendo referências irônicas a filmes e personalidades da vida real, à insanidade da mídia e das redes sociais, à insana busca da fama, aos “faniquitos” e vaidade dos atores, à importância da crítica teatral etc…! Diversos temas, em alta velocidade. O roteiro também é corajoso ao ironizar, por exemplo, alguns ícones, como Oprah, e Justin Bieber… O diretor, Alejandro González Iñarritu (21 gramas, Amores brutos…), forte concorrente ao Oscar 2015, é também o roteirista. O filme concorre com ótimas chances em diversas categorias e até o momento foi premiado em dois grandes eventos: Globo de Ouro e Critic´Choice Awards, recebendo prêmios de diretor, roteirista e ator. Trata-se de uma obra intensa, perturbadora (para pessoas conservadoras), inteligente e original – até na trilha sonora, com aquela percussão típica dos filmes do Seinfeld, o baterista sendo mostrado na calçada, em uma das poucas cenas externas. 8,9

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone