Imprimir Shortlink

AMAR FOI MINHA RUÍNA (LEAVE HER TO HEAVEN)

Este é um filme americano de 1945, estrelado por Gene Tierney, a atriz de Laura e de O fio da navalha (com Tyrone Power), entre outros. É um drama, em belíssimo technicolor (Oscar 1946 de Melhor Fotografia), e que de repente vira um filme de suspense e passa a despertar maior interesse ainda. O espectador passa a intuir acontecimentos, mas acompanha curioso, sem saber exatamente para onde será conduzido na trama, porque uma das personagens passa a ter uma conduta imprevisível e perigosa. Essa é a grande virtude desse filme, inclusive porque de início já se sabe que o personagem de Cornel Wilde (ator que não me agrada) acabou sendo preso, embora somente no final do filme se revelem os motivos. O filme também tem Jeanne Crain (igualmente bela e parecida com a irmã de criação), praticamente em início de carreira e que tem um desempenho apenas satisfatório, Vincent Price e Mae Marsh, sendo dirigido por John M. Stahl. Alguns o consideram um clássico e o desempenho de Gene Tierney superlativo. Considero uma obra muito boa, principalmente pela época em que foi feito, mas aponto apenas dois defeitos, sem os quais o filme mereceria uma cotação talvez de quatro estrelas: a trilha sonora é espetacular em alguns momentos de tensão e suspense, mas cria o mesmo clima em instantes que não justificam o fato (defeito da época, provavelmente); e as interpretações a meu ver poderiam ser muito melhores, principalmente por parte de Cornel e Jeanne.  8,0

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !
Share on Facebook
Tweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone