Imprimir Shortlink

MEIA NOITE EM PARIS

Uma obra magnífica de Woody Allen, com maravilhoso elenco, fotografia, trilha sonora…como sempre…O filme é uma homenagem à Paris do presente (os primeiros 4 ou 5 minutos do filme são um passeio em Paris, ao som do ídolo de Woody Allen, o clarinetista Sidney Bechet) e do passado, Woody se utilizando do recurso do realismo fantástico e com o surpreendentemente eficiente alter ego Owen Wilson para fazer desfilarem na tela, em um clima mágico, emocionante, fascinante,  Hemingway, Picasso, F. Scott Fitzgerald, Cole Porter, Toulouse Lautrec, Paul Gauguin, Edgard Degas, Modigliani, Matisse, Gertrude Stein, Luiz Buñuel…De onde emergem também com importantes lições de vida (interessante a Paris da época, para onde iam artistas e até os americanos, que ali podiam ser valorizados). Como sempre, ao lado do roteiro seguro e no caso brilhante, uma fotografia e trilha sonora impecáveis. Rachel Adams em papel de megera, ótima… Marion Cotillard sensacional, além do restante do elenco, Kathy Bates, sempre maravilhosa, Adrien Brady…. personagens desfilando pela tela em meio aos cenários da noite boêmia, de uma época de grande criatividade (embora – paradoxo – mesmo na era do ouro, os que a viviam achavam que as décadas anteriores eram mais criativas, menos enfadonhas…), A vida não pode ser deixada de lado em nome da arte, porque a arte deve sempre compor a vida… Outra frase do filme: quando o amor é verdadeiro, o homem ali se sente imortal.  9,5

Achou interessante? Gostou? Compartilhe !
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone